Faz Fortuna Numa Nova Economia - Começa a Aproveitar HOJE MESMO

Investimentos: 7 Regras de Ouro

Existem inúmeros investidores de sucesso nos mercados financeiros, como o Warren Buffett no mercado de acções, Donald Trump no mercado imobiliário ou George Soros nos mercados cambiais. Curiosamente todos os grandes investidores utilizam a sua própria metodologia de investimento e neste artigo procuramos seleccionar 7 das melhores reflexões de algumas das personalidades que mais se destacaram nesta área e outros pensamentos que embora mais generalistas, são extremamente pertinentes quando se fala em investir dinheiro. Nos mercados financeiros não existem fórmulas mágicas para ganhar dinheiro. Existem sim um conjunto de bons príncipios que quando seguidos de forma disciplinada aumentam em muito a probabilidade de sucesso nos investimentos.

1) “If a business does well, the stock eventually follows” Warren Buffett
Warren Buffett é um dos maiores especialistas nos mercados de acções onde fez a sua fortuna comprando acções de empresas abaixo do seu real valor. Uma das suas máximas é comprar empresas cujo negócio prospera, porque dessa forma mais cedo ou mais tarde as acções da empresa vão reflectir essa prosperidade.

2) “Wide diversification is only required when investors do not understand what they are doing” Warren Buffett
Embora uma das máximas do senso comum é que não se devem por todos os ovos no mesmo cesto, Warren Buffett acredita que quando se sabe o que se está a comprar não é necessário recorrer à diversificação excessiva.

3) “The way to make money is to buy when blood is running in the streets” John D. Rockfeller
Rockfeller foi o homem mais rico do seu tempo e um grande investidor em acções. Uma das suas lições é a de que devemos comprar quando toda a gente está assustada e não quer ter acções em carteira. Em chinês a palavra perigo é composta por dois caracteres, ameaça e oportunidade.

4) “Sometimes your best investments are the ones you don`t make.” Donald Trump
Donald Trump é o investidor imobiliário mais conhecido nos EUA. Após ter tido enormes sucessos e alguns reveses, Trump considera que muitas vezes o melhor investimento é mesmo aquele que não se faz, aludindo para a forma pensada e criteriosa como os investimentos devem ser seleccionados.

5) “Commodities tend to zig when the equity markets zag” Jim Rogers
Jim Rogers foi um dos sócios de George Soros no Quantum Fund e é um dos grandes especialistas mundiais em mercadorias. Segundo Rogers, os períodos em que os mercados de mercadorias sobem coincidem com os períodos em que as bolsas caem. A inflação reflecte-se na subida das mercadorias e é prejudicial ao comportamento das acções.

6) “There is only one side of the market and is not the bull side or the bear side, but the right side” Jesse Livermore

Livermore foi um dos maiores especuladores do século XIX e ficou famoso por ter feito a sua fortuna no Crash de 1929, ganhando com posições espeulativas “curtas” que lhe permitiram ganhar com o mercado em queda. Para Livermore não existe apenas o lado comprador para investir na bolsa. Apurando as condições do mercado o investidor pode ganhar tanto com as subidas como com as quedas dos mercados.

7) “You don`t need to be a weatherman to know from which side the wind is blowing” Bob Dylan
Esta frase é de uma música de Bob Dylan que é muito pertinente para os investimentos. Muitas vezes a evolução ou as condições de um determinado mercado são evidentes mesmo a olho nú. Por exemplo quando o mercado imobiliário está em alta, ou quando as bolsas estão a subir isso é evidente e “sente-se” sem ser necessário recorrer a nenhum perito ou a algum estudo elaborado. O mercado muitas vezes fala por si.

Apesar de muitos investidores de sucesso terem visões distintas sobre os mercados, cada um deles especializou-se num determinado nicho e desenvolveu uma determinada filosofia de investimento. Na Altavisa – Gestão de Patrimónios SA a nossa missão é gerir e valorizar o dinheiro dos nossos clientes e a nossa filosofia é detectar oportunidades de investimento em activos de elevada qualidade que possam valorizar no futuro, independentemente das condições dos mercados.